Exploração de Pedreiras

Calcários Portugueses

E. export@filstone.com
T. +351 249 538 888
M. +351 938 988 989

Exploração de Pedreiras

Calcários Portugueses

E. export@filstone.com
T. +351 249 538 888
M. +351 938 988 989

O homem responsável pelo despertar deste projeto, Francisco dos Santos “Canteiro”, nasceu em 1903.
O envolvimento da família na atividade da pedra deve-se a ele, à sua paixão pela perfeição e pela arte do seu trabalho em cantaria.

Daniel Filipe, após vários anos de aprendizagem com o sogro, Francisco dos Santos, convida os irmãos, em 1966, para criarem a Manuel Rafael Filipe e Irmãos, Lda., também conhecida como Rafaéis, para se dedicar à exploração de várias pedreiras na região dos calcários. A empresa dispunha de uma unidade de serragem para o próprio produto e para o de outras empresas e efetuava a venda do material em chapa; na década de 80, era já uma das maiores referências na indústria da pedra no Centro de Portugal.

Em 1987, Alfredo Filipe, filho, começa um projeto próprio para a exploração de pedreiras de calcário – a Filipedra, Indústria de Mármores, Lda. –, uma das primeiras empresas nacionais a apostar na área da transformação do produto em mobiliário de pedra. Ainda nesse ano, a empresa exporta os primeiros blocos para a Ásia e, em 1998, chega ao mercado chinês.

A pedreira da Filipedra apresentava, contudo, uma reduzida dimensão para aquele mercado: era imperativo apostar numa melhor organização interna e numa cooperação mais eficaz.

Assim, e em resultado de uma nova estratégia competitiva, nasce, em 2002, a Filstone - Comércio de Rochas, Lda. Criada pelo neto, Ricardo, o pai, Alfredo, e o avô, Daniel Filipe, reúne as produções de várias pedreiras com produtos similares num espírito de cooperativa, o que permite a obtenção da dimensão e capacidade adequadas para o mercado chinês.

Em 2004, abrem escritórios em Shanghai e a Filstone internacionaliza-se: com 125 arquitetos sediados e várias figuras públicas e clientes, alcança uma maior proximidade com os prescritores, o apoio na promoção dos produtos e desenvolve uma relação win-win.

Dois anos mais tarde, inicia a parceria com a Kingstar e, em três anos, são introduzidos nove novos produtos de diversas pedreiras de calcário português na China.

Entretanto, em 2008, na sequência das alterações no negócio de trading e cooperativa em Portugal, a empresa adquire a pedreira em Casal Farto, Fátima.

Quatro anos mais tarde, com a aquisição dos terrenos, arranca o projeto de construção da fábrica da Kingstar em Dafeng, Shanghai, e dois anos depois abria a primeira fase da fábrica.

Hoje, estamos convictos de que o caminho traçado foi o correto.
Com uma pedreira com uma capacidade extrativa de cerca de 30.000m3/ano, aliamos a qualidade e quantidade a prazos cada vez mais exigentes.

Queremos estar mais próximos dos nossos clientes, mas também dos prescritores: o desafio que se impõe neste momento é unir a capacidade extrativa de Portugal à capacidade de transformação da China, para a criação das melhores soluções para os nossos parceiros.

Queremos estar mais perto de si, com a oferta dos melhores produtos. Queremos continuar a fazer história consigo.

Junte-se a nós: seja nosso parceiro de negócio.